As mentiras do Apocalipse Protestante! 

Sai dela meu povo: Roma ou Jerusalém?

Sai dela meu povo: Roma ou Jerusalém?

Caros leitores e irmãos Católicos, este é o sofisma mais usado pelos protestantes contra a Santa Igreja Católica Apostólica Romana: “SAI DELA MEU POVO”. Sem fazer uma exegese a respeito, tomados por um ódio “serpentiano”, nossos amigos rebelados dentro da babel protestante, usam esse sofisma como subterfúgio de suas heresias e divisão. Quem nunca leu, ou, ouviu um protestante usando esta frase apocalíptica contra os Católicos dentro dos embates virtuais, claro, sempre em um momento em que eles se veem encurralados e sem refutações.

Existe um grande problema nesse sofisma protestante, pois, segundo as escrituras sagradas, essa frase, do livro do Apocalipse, não se refere à cidade de Roma, ou, à Santa Igreja Católica. Eu quero, junto aos leitores, analisar essa frase dentro do seu contexto. Observem:

E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas”(Apocalipse, Capítulo XVIII, Verso IV).

É muito fácil para um embusteiro (alônico e banzolouco) qualquer, retirar essa frase de todo o seu contexto, e principalmente, de dentro das escrituras sagradas, e, segundo o seu subjetivismo, para não dizer, “achismo” pessoal, jogá-la nas costas da Santa Igreja Católica sem ter realizado nenhum tipo de exegese.

O que eu farei neste artigo é, simplesmente, um estudo e uma exegese sobre o tema. Depois deste artigo, eu duvido que algum embusteiro protestante usará este sofisma novamente contra a Santa Igreja Católica.

Primeiramente, eu usarei registros históricos a respeito do tema. Observem:

Depois da ascensão de nosso Salvadoros judeus acrescentaram ao crime cometido contra ele à invenção de inúmeras ameaças contra seus apóstolos: Estevão foi o primeiro que eliminaram, apedrejando-o; depois dele, Tiago, filho de Zebedeu e irmão de João, a quem decapitaram; e depois de todos, Tiago, o que depois da ascensão de nosso Salvador foi o primeiro designado para o trono episcopal de Jerusalém e morreu da forma que já descrevemos. E os demais apóstolos sofreram milhares de ameaças de morte e foram expulsos da terra da Judeia. Porém, com o poder de Cristo, que lhes havia dito: Ide e fazei discípulos de todas as nações em meu nome, dirigiram seus passos para todas as nações para ensinar a mensagem [...]. A partir deste momento, como se todos os homens santos tivessem abandonado por completo a própria metrópole real dos judeus e toda a região da Judeia, a justiça divina alcançou os judeus pelas iniquidades que cometeram contra Cristo e seus apóstolos, e apagou dentre os homens toda aquela geração de ímpios. Mas passando por alto o que lhes sobreveio e o que lhes foi feito pela espada e de outras maneiras, acho necessário apresentar apenas as calamidades causadas pela fome, para que os que leiam este escrito possam saber em parte como não tardou muito para que os alcançasse o castigo divino por seu crime contra o Cristo de Deus” (História Eclesiástica de Euzébio de Cesareia, Livro V, Capítulo III, Versos II ao VII).

Segundo Euzébio, bispo de Cesareia, os apóstolos e discípulos abandonaram a Judeia pouco antes das tribulações do Apocalipse. Antes dessa fuga, os judeus perseguiram os Cristãos dentro de Israel. Assim, santos como: Estevam, Tiago filho de Zebedeu e Tiago bispo de Jerusalém, foram martirizados dentro do território de Israel, na cidade de Jerusalém. Mas, será que essa perseguição judaica foi profetizada por Jesus Cristo? Observem:

Mas antes de todas estas coisas lançarão mão de vós, e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e às prisões, e conduzindo-vos à presença de reis e presidentes, por amor do meu nome. E vos acontecerá isto para testemunho. Proponde, pois, em vossos corações não premeditar como haveis de responder; Porque eu vos darei boca e sabedoria a que não poderão resistir nem contradizer todos quantos se vos opuserem. E até pelos pais, e irmãos, e parentes, e amigos sereis entregues; e matarão alguns de vós(Evangelho de São Lucas, Capítulo XXI, Versos XII ao XVI).

Impressionante, mas, para infelicidade dos protestantes, Jesus Cristo profetizou exatamente a narrativa de Euzébio. Lendo todo o contexto deste capítulo do Evangelho de São Lucas, os leitores observarão que, Jesus Cristo profetiza a perseguição judaica antes da guerra, ou seja, antes do cerco de Jerusalém. Eu quero que os leitores entendam que – as tribulações do Apocalipse –, tiveram o seu início durante a perseguição judaica, e, o ponto central foi a destruição do templo de Jerusalém. Não aconteceu do dia para noite, assim como sugerem algum embusteiros protestantes. Na verdade, os acontecimentos referentes às tribulações, tiveram várias etapas, e, a perseguição judaica contra os Cristãos foi apenas o seu início.

Voltando para o tema: “SAI DELA MEU POVO”, Euzébio também cita essa passagem em seu livro. Observem:

Também o povo da igreja de Jerusalém, por seguir um oráculo enviado por revelação aos notáveis do lugarreceberam a ordem de mudar de cidade antes da guerra e habitar certa cidade da Pereia chamada Pella. Tendo os que creram em Cristo emigrado até lá desde Jerusalém, a partir deste momento, como se todos os homens santos tivessem abandonado por completo a própria metrópole real dos judeus e toda a região da Judeia, a justiça divina alcançou os judeus pelas iniquidades que cometeram contra Cristo e seus apóstolos, e apagou dentre os homens toda aquela geração de ímpios” (História Eclesiástica de Euzébio de Cesareia Livro III, Capítulo V, Verso III).

Segundo Euzébio, os santos que estavam em Jerusalém, receberam ordens através de um oráculo divino para FUGIR da Judeia antes da guerra. Algum protestante sabe me dizer qual foi esse oráculo? A resposta é simples. Observem:

“Mas, quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, sabei então que é chegada a sua desolação. Então, os que estiverem na Judéia, fujam para os montes; os que estiverem no meio da cidade, saiam; e os que estiverem nos campos não entrem nela. Porque dias de vingança são estes, para que se cumpram todas as coisas que estão escritas. Mas ai das grávidas, e das que criarem naqueles dias! Porque haverá grande aperto na terra, e ira sobre este povo. E cairão ao fio da espada, e para todas as nações serão levados cativos; e Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos dos gentios se completem”(Evangelho de São Lucas, Capítulo XXI, Versos XX ao XXIV).

Bem, esse texto do Evangelho de São Lucas é bem claro: foi um oráculo, no qual, nosso Senhor Jesus Cristo proferiu aos seus apóstolos que, posteriormente, através de uma tradição oral, também transmitiram para os seus discípulos, e esses discípulos por sua vez, seguiram corretamente as ordens do mestre.

São Lucas, o médico Evangelista, descreveu que Jerusalém seria:

 

  • Cercada por exército inimigo;
  • Receberia isso como um castigo;
  • Seria pisada pelos gentios;
  • Seriam esses, os dias de vingança.

 

O mais interessante é que São Lucas, assim como São Mateus e São Marcos, descreve a ordem dada por Jesus Cristo aos seus apóstolos para que eles fugissem de Jerusalém, no momento em que, os mesmos, percebessem que a guerra iria acontecer.

Vamos então unir a ordem dada por Jesus Cristo e o que São João escreveu no Apocalipse. Observem.

“Mas, quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, sabei então que é chegada a sua desolação. Então, os que estiverem na Judéia, fujam para os montes”.

E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas”.

O texto de São Lucas ordena que, os apóstolos, e, posteriormente, os discípulos, fujam de Jerusalém ao perceberem a guerra. Já o texto do Apocalipse diz o mesmo sobre “A GRANDE CIDADE” chamada de: prostituta da Babilônia. Seria muita coincidência? Segundo Euzébio, bispo de Cesareia, não!

Nesse momento, eu quero partir para uma exegese peculiar a respeito do texto do Evangelho de São Lucas, pois o mesmo diz: “os que estiverem no meio da cidade, saiam; e os que nos campos não entrem nela. Porque dias de vingança são estes, para que se cumpram todas as coisas que estão escritas”.

Observem que São Lucas trata o castigo que Jerusalém recebeu como uma “VINGANÇA”. Mas qual seria essa vingança? Observem outro texto do livro do apocalipse:

“E, depois destas coisas ouvi no céu uma grande voz de uma grande multidão, que dizia: Aleluia! A salvação, e a glória, e a honra, e o poder pertencem ao Senhor nosso Deus; Porque verdadeiros e justos são os seus juízos, pois julgou a grande prostituta, que havia corrompido a terra com a sua fornicação, e das mãos dela vingou o sangue dos seus servos(Apocalipse, Capítulo XIX, Versos I e II).

O texto do Apocalipse diz que, a “VINGANÇA” contra a prostituta da Babilônia (Jerusalém) foi por causa do sangue de seus servos. Observem esse outro texto:

“Alegra-te sobre ela, ó céu, e vós, santos apóstolos e profetas; porque já Deus julgou a vossa causa quanto a ela(Apocalipse, Capítulo XVIII, Verso XX).

Deus julgou a “CAUSA” dos santos, apóstolo e profetas contra a prostituta da Babilônia. No mesmo capítulo o Apocalipse diz:

E nela se achou o sangue dos profetas, e dos santos, e de todos os que foram mortos na terra (Apocalipse, Capítulo XVIII, Verso XXIV).

Nessa cidade se encontrou todo o sangue de santos, apóstolos e profetas derramado “SOBRE A TERRA”. Qual é a única cidade dentro das escrituras sagradas que possui essas características? Observem:

“Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Edificais sepulcros aos profetas, adornais os monumentos dos justos e dizeisSe tivéssemos vivido no tempo de nossos pais, não teríamos manchado nossas mãos como eles no sangue dos profetas [...]. Testemunhais assim contra vós mesmos que sois de fato os filhos dos assassinos dos profetas. Acabai, pois, de encher a medida de vossos pais! Serpentes! Raça de víboras! Como escapareis ao castigo do inferno? Vede, eu vos envio profetas, sábios, doutores. Matareis e crucificareis uns e açoitareis outros nas vossas sinagogas. Persegui-los-eis de cidade em cidade, para que caia sobre vós todo o sangue inocente derramado sobre a TERRA, desde o sangue de Abel, o justo, até o sangue de Zacarias, filho de Baraquias, a quem matastes entre o templo e o altar. Em verdade vos digo: todos esses crimes pesam sobre esta raça.  Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas aqueles que te são enviados! Quantas vezes eu quis reunir teus filhos, como a galinha reúne seus pintinhos debaixo de suas asas... e tu não quiseste! Pois bem, a vossa casa vos é deixada deserta” (Evangelho de São Mateus, Capítulo XXIII, Versos XXIX ao XXXVIII).

Jerusalém recebeu essa condenação “DA PARTE DE JESUS CRISTO”. Isso mesmo, povo protestante; foi o próprio salvador quem condenou a cidade de Jerusalém pelos crimes cometidos contra: santos, apóstolos e profetas. VAI QUESTIONAR O SALVADOR?

Já no evangelho de São Lucas, ele avisa que, esse castigo, no qual, ele mesmo proferiu contra Jerusalém, ocorreria “NAQUELA GERAÇÃO”. Observem:

Ai de vós, que edificais sepulcros para os profetas que vossos pais mataram. Vós servis assim de testemunhas das obras de vossos pais e as aprovais, porque em verdade eles os mataram, mas vós lhes edificais os sepulcros. Por isso, também disse a sabedoria de Deus: Enviar-lhes-ei profetas e apóstolos, mas eles darão a morte a uns e perseguirão a outros. E assim se pedirá conta a esta geração do sangue de todos os profetas derramado desde a criação do mundo, desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias, que foi assassinado entre o altar e o templo. Sim, declaro-vos que se pedirá conta disso a esta geração” (Evangelho de São Lucas, Capítulo XXI, Versos XLVIII ao LI).

Agora eu pergunto aos protestantes: todo mundo está errado? Jesus Cristo, São Lucas, São Mateus, São João, Euzébio de Cesareia entre outros, e a esquizofrenia protestante é que está com a razão?

E mais uma vez cai por terra: As Mentiras do Apocalipse Protestante.

Autor: Cris Macabeus.

Agradecimento: André Chilano.

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ONLINE
4


Cai a farsa.

Pro Ecclesia.

Servos de Maria.

Apologistas Católicos.

Índice de Mentiras.

Quem sou eu.