As mentiras do Apocalipse Protestante! 

Quando que o Ladrão da Cruz foi ao paraíso?

Quando que o Ladrão da Cruz foi ao paraíso?

Refutando a (vírgula) banzolica acrescentada na Peshitta.

Bem meus irmãos, semana passada, eu recebi um E-mail de uma colaboradora do meu site e neste E-mail continha um artigo sobre a doutrina satânica da (Mortalidade da Alma). Segundo esse artigo, o autor herege descobriu que na [1](Peshitta) continha uma (vírgula) no texto do Evangelho de São Lucas (Lucas 23: 43) e a suposta existência dessa vírgula provaria a doutrina satânica da [2](Mortalidade da Alma). O texto referido pelo autor é esse:

[3]“Jesus respondeu-lhe: Em verdade te digo: hoje estarás comigo no paraíso” (Evangelho de São Luca, Capítulo XXIII Verso XLIII)

Como podemos ver no texto, Jesus Cristo, nosso Deus e Salvador diz ao ladrão da Cruz:

HOJE ESTARÁS COMIGO NO PARAÍSO.

A promessa de Jesus Cristo é clara, ele promete que naquele mesmo dia, levaria o ladrão da Cruz para o paraíso, sendo assim, conseguirmos entender que ao morrer, a Alma de um ser é levada ao paraíso ou destinada ao inferno[4]. Ou seja, a Alma é imortal.

Mas o autor desse artigo esquizofrênico, diz que o texto está errado, segundo ele, existe uma vírgula logo depois da palavra (HOJE). Com a existência dessa vírgula, mudaria todo o sentido teológico do texto, sendo assim, Jesus não estaria prometendo levar o ladrão da Cruz para o paraíso naquele mesmo dia, muito pelo contrário, Jesus Cristo estaria prometendo naquele (DIA) que um dia levaria o ladrão da Cruz ao paraíso. Observem o print tirado desse artigo satânico:

No artigo, o autor herege, diz ter usado a tradução da famosa (Peshitta) para retirar essa conclusão, porém, o que ele usou foi apenas uma (VERSÃO) da (Peshitta),ou seja, algo traduzido ao bel prazer do tradutor; assim como nas dezenas de versões que eles fizeram da Bíblia chamada (FERRADA POR ALMEIDA), o falso padre fez uma versão quando ainda estava vivo e outras dez depois de morto. Essas coisas só acontecem no protestantismo.

Essa tradução no qual o autor herege diz ter usado, se trata de uma tradução feita por uma seita chamada (JUDEUS MESSIÂNICOS), ou seja, uma seita não Cristã que usa o nome de Jesus Cristo para enganar pessoas simples e humildes. Essa seita prega em sua doutrina: Guarda do sábado; Não aceitam a trindade; Dizem que Jesus Cristo veio apenas para os Judeus, não acreditam na imortalidade da Alma etc. Lógico que essa seita satânica irá fazer uma tradução ao seu bel prazer, para tentar justificar a suas heresias.

Quem quiser confirmar a origem dessa tradução, é só acessar o site:

http://pt.slideshare.net/tar1411/bblia-peshitta-completa

Essa tradução é tão descarada que em (Mateus 28: 19) onde Jesus Cristo diz que era para batizar em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo, os safados só colocaram (BATIZAI EM MEU NOME), ora bolas, a (Peshitta) original fala claramente Pai, Filho e Espírito Santo, e os safados arrancaram.

Observem o print da mesma fonte do autor herege:

”Eu te entrego adeptos da sinagoga de Satanás, desses que se dizem judeus, e não o são, mas mentem. Eis que os farei vir prostrar-se aos teus pés e reconhecerão que eu te amo” (Apocalipse Capítulo II, Verso IX)

Agora vamos à veracidade dos fatos ocorridos:

O que é (Peshitta)?

(Peshitta) é um nome derivado de um dialeto Aramaico que significa (Versão simples ou comum), também conhecia como versão siríaca, datada do inicio do V século, a (Peshitta) teve o propósito de traduzir o Novo Testamento para o Aramaico, língua usada pelos Apóstolos e por Jesus Cristo, quanto ao Velho Testamento, já existia nas igrejas siríacas na língua Aramaica desde o III século. Lembrando que o Velho Testamento e o Novo Testamento foram produções independentes na (Peshitta).

Jamais poderia deixar de citar que o autor desse artigo satânico, sem querer querendo, se esqueceu de informar aos seus leitores, que no Velho Testamento da (Peshitta) datado do III século, possui os livros (DEUTEROCANÔNICOS), ou seja, provando mais uma vez que a mutilação satânica da Bíblia Protestante não veio de Deus e sim do demônio.

Os leitores podem conferir a lista de livros da (Peshitta) acessando esse site:

https://sites.google.com/site/bibliaaramaica/os-livros-da-biblia

Voltando ao assunto, é inútil tentar provar a doutrina satânica da (Mortalidade da Alma) usando apenas uma mera versão provinda do Aramaico, pois no idioma Aramaico assim como a maioria das línguas orientais, não possui PONTOS E VÍRGULAS em seu idioma. Observem o print:

No próximo print, eu vou mostrar que além da (Peshitta), o Grego e o Latim primitivo também não possuía pontos e vírgulas em seu idioma[5], já as versões King James, Americana protestante, Bíblia de Jerusalém e a versão Ferreira de Almeida FIEL E CORRIGIDA, não possui a suposta vírgula depois do (HOJE), sendo que nessas versões, já avia sido acrescentado a gramática nos textos Bíblicos, porém, o máximo que vemos é uma vírgula ou dois pontos após: “E disse-lhe Jesus”        

Agora fica a pergunta:

Como que os tradutores sabiam onde colocar a vírgula ou não?

Isso é simples, o termo usado por Jesus Cristo: Em verdade em verdade vos digo, era um clichê no qual Jesus Cristo se utilizava em suas pregações, podemos encontrar diversas passagens onde Jesus usa esse mesmo clichê, porém, em nenhuma dessas passagens, Jesus Cristo usa o termo: Em verdade em verdade vos digo HOJE. Se ele nunca usou o (HOJE) em seu clichê pessoal, por que ele iria usar justo com o ladrão da Cruz?

Seria mais sensato ele dizer:

“Em verdade te digo: estarás comigo no paraíso”

Qual o objetivo de Jesus Cristo ter usado a palavra (Hoje)? A resposta é simples, indicar que naquele mesmo DIA o ladrão da Cruz seria levado ao paraíso, no mais, não haveria sentido Jesus Cristo usar a palavra (Hoje) para indicar que naquele DIA ele apenas estava fazendo uma promessa. Sinal de que o (Hoje) nunca fez parte do termo: Em verdade te digo.

Imagine Jesus Cristo dizendo:

Em verdade te digo ONTEM!

Em verdade te digo AMANHÃ!

Só protestante mesmo para criar essas aberrações.

Mais uma vez cai a farsa das mentiras protestantes.

Autor: Cris Macabeus e Rafael Rodrigues (Apologistas Católicos)

 

Notas:

[1] Versão Siríaca da Bíblia Sagrada.

[2] Doutrina satânica que consiste na crença de que o homem não possui uma Alma e sim é uma Alma, ao morrer, a Alma morre junto do ser humano, não há existência de uma Alma sem um corpo humano.

[3] Bíblia Católica versão Ave Maria.

[4] Vide a parábola de rico e do Lazaro (Lucas 16: 19-29).

[5] Conferir o Codec  Vaticanus, Codec Sinaiticus e a Vulgata Latina de São Jerônimo. 

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ONLINE
3


Cai a farsa.

Pro Ecclesia.

Servos de Maria.

Apologistas Católicos.

Índice de Mentiras.

Quem sou eu.