As mentiras do Apocalipse Protestante! 

Os filhos e filhas de Maria.

Os filhos e filhas de Maria.

Bem meus irmãos Católicos, segundo a teologia protestante, Virgem Maria teve filhos e filhas com José depois do nascimento de Jesus Cristo, para isso eles usam os famosos texto Bíblicos onde diz que Jesus Cristo teve irmãos, desconsiderando que na cultura hebraica a palavra irmão também era usada para primo, sobrinho, tio, discípulos, conterrâneos, compatriotas etc.

Muito bem, a questão é que existem vários textos onde diz que Jesus Cristo teve irmãos, porém nenhum onde diz que Maria e José tiveram filhos e filhas, eu quero lembrar que, esse termo (Filho e Filhas) era comum na cultura hebraica, pois assim, os hebreus conseguiam demonstrar que um determinado personagem teria tido vários irmãos biológicos; eu irei mostrar alguns exemplos:

“3. Adão viveu cento e trinta anos: e gerou um filho à sua semelhança, à sua imagem, e deu-lhe o nome de Set. 4. Depois de haver gerado Set, Adão viveu oitocentos anos e gerou filhos e filhas.” (Gênesis capítulo 5)

Observem o texto, Adão depois de ter gerado a Set (descendência dos filhos de Deus), gerou filhos e filhas, assim sabemos que Adão e Eva teve outros filhos além de Set. 

“7. E depois do nascimento de Enos, viveu ainda oitocentos e sete anos e gerou filhos e filhas.” (Gênesis capítulo 5)

Por sua vez, Set teve Enos como filho e depois teve filhos e filhas, assim se sucedeu todas as gerações, um pouco mais além, podemos ver o caso do Grande Rei Davi.

“13. Davi tomou mais concubinas e mulheres em Jerusalém, depois que deixou Hebron, e teve delas filhos e filhas.” (II Samuel capítulo 5)

Segundo o texto de Samuel, Davi teve filhos e filhas.

“1. Joás tinha sete anos quando começou a reinar. Seu reinado, em Jerusalém, durou quarenta anos. Sua mãe chamava-se Sébia; era ela de Bersabéia. 2. Joás fez o bem aos olhos do Senhor durante toda a vida do sacerdote Jojada, 3. o qual lhe deu por esposas duas mulheres, das quais teve filhos e filhas.” (II Crônicas capítulo 24)

Parece-me que mais um Rei ao se casar teve filhos e filhas.

O mais engraçado é que no caso de Maria e José o autor não diz nada sobre esse assunto, o mais normal seria o autor dizer, depois do nascimento de Jesus Cristo Maria e José teve filhos e filhas, mas o autor não diz isso. Por que será?

Vamos analisar alguns textos do (NT).

“41. Seus pais iam todos os anos a Jerusalém para a festa da Páscoa. 42. Tendo ele atingido doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume da festa. 43. Acabados os dias da festa, quando voltavam, ficou o menino Jesus em Jerusalém, sem que os seus pais o percebessem. 44. Pensando que ele estivesse com os seus companheiros de comitiva, andaram caminho de um dia e o buscaram entre os parentes e conhecidos.
45. Mas não o encontrando, voltaram a Jerusalém, à procura dele. 46. Três dias depois o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os.”
(Lucas capítulo 2)

Existem duas particularidade nesse texto, a primeira é que Jesus Cristo já tinha 12 anos, teoricamente ele já deveria ter irmãos, assim como os protestantes sugerem, mas a família Sagrada é composta apenas por três pessoas Maria, José e Jesus Cristo, fica uma pergunta: Onde estavam os outros irmãos de Jesus Cristo? A segunda particularidade é que Jesus Cristo não estando na comitiva, Maria e José fora procurá-lo entre os seus parentes e não entre os seus outros filhos, o que seria mais natural, já que além de Jesus Cristo, Maria e José teria no mínimo mais quatro filhos.

Fica claro nesse texto que o mister (M) fez os outros filhos de Maria e José desaparecerem.

Outro texto interessante é o do Evangelho de São João:

“26. Quando Jesus viu sua mãe e perto dela o discípulo que amava, disse à sua mãe: Mulher, eis aí teu filho. 27. Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E dessa hora em diante o discípulo a levou para a sua casa.” (João capítulo 19)   

Peço que os leitores pensem comigo, com tantos irmãos biológicos, Jesus Cristo precisou deixa a sua mãe aos cuidados de São João? Tudo bem que na teologia protestante os irmãos de Jesus Cristo eram incrédulos, opa! Esqueci que um incrédulo era o Apostolo Tiago, mas deixa para lá, a teologia protestante é contradição em cima de contradição, mentira em cima de mentira; voltando ao assunto, por que Jesus Cristo teve que deixa a sua mãe aos cuidados de São João? Seria muito mais lógico ele deixá-la aos cuidados de seus irmãos biológico, pois a não crença desses supostos irmãos em Jesus Cristo não quer dizer que eles não seguiam a Lei Mosaica, uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Uma coisa é não acreditar em Jesus Cristo.

Outra coisa era não acreditar na Lei Mosaica.

Vários Judeus na época não acreditaram em Jesus Cristo, mas eram tementes as Leis de Moises, aliás, todos os Judeus era tementes as Leis Mosaicas, e na Lei Mosaica está claramente escrito, (Honrar Pai e Mãe), jamais eles deixariam de honrar sua mãe por não acreditarem em Jesus Cristo como o Messias, a não ser que esses supostos irmãos não existissem, mais uma sinuca de bico para o protestantismo. Até porque o próprio Jesus Cristo estaria contrariando o decálogo ao entregar sua mãe aos cuidados de São João e não de seus irmãos biológicos.

Para terminar eu vou analisar o texto mais usado pelos filhos da serpente.

“3. Não é ele o carpinteiro, o filho de Maria, o irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão? Não vivem aqui entre nós também suas irmãs? E ficaram perplexos a seu respeito.” (Marcos capítulo 6)

Peço ao leitor que preste bem atenção onde diz: (o filho Maria); por que o autor usar o singular para se referir a Jesus Cristo como o filho de Maria e logo depois diz que o mesmo teve irmãos?  

Isso é interpretação de texto, se Maria e José tivessem outros filhos além de Jesus Cristo, seria mais lógico o autor dizer, (não é ele um dos filhos de Maria)? Sendo assim, eu termino a matéria mostrando a todos vocês o erro ortográfico do Evangelho de São Marcos. Graças a Deus, se levanta o protestantismo para consertar tais erros contidos na Bíblia Sagrada.

Só para constar, a palavra Irmão tanto no Hebraico como no Grego Kôine, pode ser empregado para irmão biológico, primo, tio, sobrinho, conterrâneos, compatriotas e discípulos.

Autor: Cris Macabeus.

Referencias bibliográficas:

Bíblia versão dos Monges de Maredsous (Bélgica) editora Ave Maria.

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ONLINE
5


Cai a farsa.

Pro Ecclesia.

Servos de Maria.

Apologistas Católicos.

Índice de Mentiras.

Quem sou eu.