As mentiras do Apocalipse Protestante! 

“Hermas”contraria Protestantes. (Muratori)

“Hermas”contraria Protestantes. (Muratori)

Meus caros irmãos Católicos da única e verdadeira Igreja do Nosso Senhor Jesus Cristo, Deus e salvador de toda humanidade, que voltou ao Pai, mas deixou na terra a sua única Igreja para continuar sua obra misericordiosa.

Já estou de saco cheio em escutar a mesma historinha protestante de que até o Século IV a Igreja Católica não existia e que só após uma suposta conversão do Imperador Constantino a Igreja Católica foi fundada e nasceu para o mundo, assim eles negam a Cátedra do Bispo de Roma, o Papado e sua autoridade; o que eu mostrarei para vocês é um documento do Século II e foi escrito pelo Pastor Hermas por volta do ano 150 D.C, esse documento é chamado: "cânon de Muratori", o autor cita alguns livros que hoje temos como canônicos e outros que nem temos conhecimento dos seus conteúdos. O mais importante nesse documento são as citações sobre a Igreja Católica e a autoridade do Bispo de Roma (PAPA).

Cânon de Muratori.

"Além disso, são tidas como sagradas uma [epístola] a Filemon, uma a Tito e duas a Timóteo; ainda que sejam filhas de um afeto e amor pessoal, servem à honra da Igreja católicae à ordenação da disciplina eclesiástica. Correm também uma carta aos Laodicenses e outra aos Alexandrinos, atribuídas [falsamente] a Paulo, mas que servem para favorecer a heresia de Marcião, e muitos outros escritos que não podem ser recebidos pela Igreja católica porque não convém misturar o fel com o mel."

Perceberam meus Irmãos Católicos, o autor “Hermas” um Cristão do II Século, muito tempo antes de Constantino foi bem claro em sua afirmação sobre a autoridade da Igreja Católica, mas nossos amigos hereges podem vir com aquela falácia de que tudo bem a Igreja se chamava mesmo Católica, mas não era romana.

Infelizmente o mesmo autor “Hermas” cita a autoridade da Cátedra do Bispo de Roma, pois ele nada mais era do que irmão do Santo Padre PIO.

Cânon de Muratori.

"Recentemente, em nossos dias, Hermas escreveu em Roma "O Pastor", sendo que o seu irmão, Pio, ocupa a cátedra de bispo da Igreja de Roma. É, então, conveniente que seja lido, ainda que não publicamente ao povo da Igreja, nem aos Profetas - cujo número já está completo -, nem aos Apóstolos - por ter terminado o seu tempo. De Arsênio, Valentino e Melcíades não recebemos absolutamente nada; estes também escreveram um novo livro de Salmos para Marcião, juntamente com Basíledes da Ásia..."

Agora caiu a cara protestante, pois além do autor que se chama "Hermas" ter citado a igreja Católica ele cita a Cátedra do Bispo de Roma, ou seja, (PAPA); o autor desse documento chamado “Hermas” escreveu por volta de 150 D.C e se apresenta como irmão de PIO que ocupava a Cátedra de Bispo da Igreja de Roma, para quem não sabe esse BISPO PIO era nada mais nada menos que:

São PIO bispo de Roma entre 140 a 155DC nascido em Aquiléia na Grécia, foi o décimo PAPA depois de São Pedro sucedeu a São Higino e foi sucedido por Santo Aniceto. 

Como eu tenho orgulho de ser Católico da única e verdadeira Igreja de Jesus Cristo, será que mesmo sabendo disso os hereges continuarão em suas seitas satânicas? Fingindo que acreditam nas mentiras que seus pastores inventam?

Assim diz as escrituras sagradas.

Mateus 16

18. E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela.

Autor: Cris Macabeus

 

Fontes:

 

 

 

 

 

 

 

 

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ONLINE
4


Cai a farsa.

Pro Ecclesia.

Servos de Maria.

Apologistas Católicos.

Índice de Mentiras.

Quem sou eu.