As mentiras do Apocalipse Protestante! 

Deuterocanônicos X Cânon farisaico protestante.

Deuterocanônicos X Cânon farisaico protestante.

O cânon farisaico satânico protestante.

Muito se fala a respeito do cânon Bíblico, teorias são levantadas, suposições são inventadas e fábulas foram acrescentadas na história ao longo do tempo, principalmente, pelos intitulados teólogos protestantes. Essa alcateia, no qual, o único objetivo e contribuição para o cânon Bíblico foi arrumar desculpas, heresias e embustes para defender a mutilação satânica decorrente ao vandalismo do século XVI. Como todos nós sabemos, desde o século IV até o século XVI, o cânon Bíblico (VT + NT) sempre conteve (73) livros, e, nunca existiu repúdio a esse cânon.

No século XVI, aconteceu a pior desgraça que poderia ter ocorrido no Cristianismo desde as tribulações do Apocalipse quando os Apóstolos foram exterminados pelas autoridades judaicas e romanas. Essa desgraça se chama revolta protestante. Nessa época, um bando de lunáticos incentivados pelo esquizofrênico Lutero, decidiu por conta própria inventar um Cristianismo ao seu bel prazer. Nesse novo modelo de Cristianismo, cada pessoa (individual) é uma Igreja e cada Igreja tem o direito de moldar o seu próprio deus e interpretar de forma deturpada as Escrituras Sagradas; foi assim que nasceu na humanidade essa desgraça chamada protestantismo.

Nesse novo conceito de Cristianismo, o homem é pecador acima de tudo, suas obras não valem de nada para sua salvação, pois, tendo fé na pessoa de Jesus Cristo, suas faltas estão perdoadas. Foi nessa visão herética que os protestantes definiram o seguinte conceito:

"Tudo vale pena se for para perseguir a Igreja Católica, assim, perdemos a noção do bem e do mal, do certo e do errado, da verdade e da mentira".

Agora sim, temos no mundo um verdadeiro Cristianismo farisaico, pois, essa ideologia é a mesma visão farisaica de dois mil anos atrás. Com um Cristianismo farisaico, fatalmente, esses protestantes aderiram aos usos e costumes heréticos dos fariseus, e, como se não bastasse a rebeldia, aderiram o cânon do (AT) farisaico como regra de fé e da Palavra de Deus. Pronto, está ai a maior desgraça na humanidade desde o extermino Apostólico no primeiro século.

Mas, seria tão fácil para esses protestantes farisaicos mentirem para si mesmo, para toda sua geração e para todas as gerações futuras? Claro que não, pois, a Esposa do Cordeiro se matem firme e fiel a sua Palavra, doutrina e tradição, nunca iria permitir que uma verdade ficasse encoberta por uma mentira, foi assim que a Igreja Católica derrubou todos os embustes protestantes a respeito do cânon Bíblico.

Nesse artigo, eu irei derrubar cinco embustes protestantes a respeito do cânon Bíblico (AT).

  1. Os (7) livros só foram acrescentados e aprovados no concilio de Trento no século XVI depois da rebelião protestante.
  2. O Sínodo de Jâmnia nunca retirou livro algum, pois, já existia entre os Judeus um cânon pronto e definido.
  3. Jesus Cristo, os Apóstolos, Flavio Joséfo e os Padres da Igreja nunca aceitaram os Deuterocanônicos.
  4. O (VT) foi confiado aos Judeus e o (NT) confiado a Igreja.
  5. Existiu um suposto período inter-bíblico chamado silêncio de Deus que durou de Malaquias e Esdras até a vinda de Jesus Cristo (piada).

Pensamento dos REBELADOS:

"Um imbecil pode, por si só, levantar dez vezes mais problemas que dez sábios juntos não conseguiriam resolver" (Vladimir Lenin, ditador Soviético)

Infelizmente eles não contavam com a sabedoria Divina.

Observem as palavras de São Paulo:

Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para formar na justiça” (II Carta de São Paulo a Timótio, Capítulo II, Verso XVI)

São Paulo escreveu essa carta antes do Sínodo de Jâmnia decidir retirar do cânon todos os livros escritos depois de Esdras, ou seja, para São Paulo, todos os Deuterocanônicos eram inspirados, se assim não fosse, ele, São Paulo diria: “TODA ESCRITURA É INSPIRADA POR DEUS, MENOS AS ESCRITAS DEPOIS DE ESDRAS”

Afinal, Esdras, nunca foi citado no (NT), que coisa!

Sínodo de Jâmnia e a mutilação satânica:

“Portanto, eu acho que não é possível outra suposição, além do que o que tinha a reputação de sabedoria, e os governantes e os anciãos, tiraram do povo cada passagem que poderia levá-los a descrédito entre o povo. Não precisamos nos admirar, então, que essa história do artifício maligno dos anciãos licenciosos contra Susanna é verdadeira, mas foi escondida e retirada das Escrituras pelos próprios homens não obstante pelo conselho desses anciãos (Orígenes a Africano, 9)

 

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ONLINE
4


Cai a farsa.

Pro Ecclesia.

Servos de Maria.

Apologistas Católicos.

Índice de Mentiras.

Quem sou eu.